robin-hood

Nosso governo é o nosso Robin Hood

A tendência é que todos os preços aumentem e a pobreza se intensifique. Sim. É isso mesmo!

Independente de mercado, preços das commodities, alta do dólar e outros fatores, o aumento das despesas dos brasileiros é uma regra. Tudo isso porque a maioria da população não se interessa por teoria política, abomina o empresário e acha que o Estado é o pai de todos.

A nossa conta de luz é um bom exemplo disso. A ex-presidente Dilma, em um ato populista quando ainda estava no cargo, determinou a redução em 18% desta conta. Todo mundo sorriu e brincou de se enganar. Acontece que a conta está sendo paga agora e, desta forma, estamos caminhando para ter a energia mais cara do mundo. Não apenas pelas variações inerentes ao mercado, mas, também, em virtude dos impostos sociais embutidos na conta de energia.

Preços são determinados pela lei da oferta e da procura. Não pode ser uma questão de vontade ou bondade.

Impostos sociais. Em praticamente todo produto ou serviço que consumimos temos que pagar pelo bem-estar social daqueles menos favorecidos. Lindo, né? Não! O mesmo governo que, para conquistar seu voto, usa desse argumento é aquele que confisca o produto daquele vendedor, já até idoso, da esquina porque ele não é regularizado e, portanto, não paga impostos. Outra coisa que devemos levar em consideração é que os preços das coisas acrescidos de impostos encarece o produto para todos sem distinção. Ou o arroz no supermercado tem um preço para rico e outro para pobre? O próprio artifício para, supostamente, acabar com a pobreza é a verdadeira causa de sua existência.

Tantos governos populistas de esquerda em sequência determinaram a cultura do país de uma forma que impede qualquer tipo de progresso significativo da nação. A ideia geral hoje é: o Estado tem que me dar tudo que não consegui com meu trabalho e tudo que consegui, o Estado tem que garantir que eu nunca perca. Pronto! Acabou. Seremos o que somos para sempre caso essa mentalidade não mude.

Nada é de graça e não há outra forma de dinheiro público senão aquele que foi retirado de você através dos impostos. É necessário ter noção de livre mercado e abrir a mente para novas ideias.

Quem quer nos explorar estuda muita política. Porém, nós achamos esse assunto chato e deixamos que eles resolvam nossa vida, afinal ninguém quer ser o nerd da mesa que entende e se preocupa com essas coisas.

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s